Arte Nostra Damus 2019

ARTE NOSTRA DAMUS 2019
GEIC – Grupo Experimental de Intervenção Cultural

EXPOSIÇÃO

OUT 4 a 27

TER a SÁB: 14h - 18h

FOYER

ENTRADA LIVRE

M/3

 

 


A exposição de Artes plásticas Arte Nostra Damus 2019 estará presente ao público na MALAPOSTA de 4 a 27 de outubro.

À margem de princípios doutrinários e de dominantes movimentos artísticos, a Arte Nostra Damus surge desde 2010 como atividade promovida pelo GEIC (Grupo experimental de intervenção cultural). Esta mostra de arte procura, através da convivência num mesmo espaço obras de linguagens diversas, dar a conhecer 21 artistas plásticos da contemporaneidade Ibérica: Alberto D`Assunção, Alexandre Magno, Anabela Calado, Carlos Sousa, Carlos Piecho, Carolina Vouga, Cristina Vouga, Célia Rocha, Daniela Guerreiro, Homem da Garagem, Humberto Ribeiro, Joana Azevedo, Juliana Ferreira, Luís Dias, Luiz Morgadinho, Maria Rito, Miguel de Carvalho, RiK Lina, Roberto, Sérgio Reis e Vitor Zapa.

O GEIC surge a 3 de Outubro de 1990 surge um grupo de jovens com o intuito de desenvolver e promover atividades culturais. Criou-se, assim, uma associação de jovens, sem fins lucrativos, com o objetivo de apoiar e divulgar os artistas que pretendiam apresentar publicamente os seus projetos individuais ou em grupo, de âmbito cultural, abrangendo áreas como o Teatro, o Vídeo, as Artes Plásticas, a Música, a Literatura, a Fotografia, o Design, a Dança entre outras.

Ao longo destes 29 anos, o GEIC promoveu exposições de Artes Plásticas e Fotografia, edições de Livros e Revistas, peças de teatro, reportagens e realizações em vídeo, projetos musicais e bandas sonoras (vídeos e espetáculos teatrais), encontros e retiros artísticos de jovens, estágios, workshops, festivais e mostras, parcerias, debates, colóquios e conferências, conceção gráfica, peças de design e web design.

Foi através de todas estas ações que muitos artistas (pintores, escultores, escritores, realizadores, atores, músicos, fotógrafos, bailarinos e designers) foram apoiados, vendo divulgadas as suas obras nos mais variados espaços e cidades.

Ao longo dos vinte e nove anos tem contado com parcerias e apoios como o IPJ - Instituto Português da Juventude, C.M. Lisboa, C.M. Amadora, C.M. Castro Daire, C.M. Mação, C.M. Coruche, J. F. de Moledo, Sagres, Cafés Delta, entre outras entidades públicas, privadas e ONGs, na divulgação e apoio aos jovens artistas e sua arte.

"Vivemos na ânsia de criar, mesmo quando o tempo nos escapa ou o espaço nos faz falta... inventamos as condições para que sejam bem-sucedidas as nossas intervenções artísticas". (Jorge Ribeiro, Presidente do GEIC)