OFICINAS PONTUAIS DE EXPRESSÃO DRAMÁTICA
De GATO QUE LADRA

DURAÇÃO: 3 horas
PÚBLICO-ALVO: 6 – 10 anos e 10 - 14 anos
Nº. MÁXIMO DE INSCRITOS: Uma turma
MONITOR: José Mateus, Pedro Barbeitos ou Rute Rocha




A Malaposta Diz Que...

A MALAPOSTA DIZ QUE...

Breve descrição
Oficina de expressão dramática que tem como inspiração o edifício do Centro Cultural da Malaposta.

Sinopse
Se ouvires com atenção, podes sentir que dentro das paredes do Centro Cultural da Malaposta há histórias à espera de serem contadas, vidros que nos mostram sentimentos, pedras que falam e portas que se fecham e abrem ao ritmo da nossa imaginação.
Vem descobrir o que nos dizem as coisas que nos rodeiam e que normalmente não ouvimos!


Nesta Sala Posso Ser... Tudo!

NESTA SALA POSSO SER... TUDO!

Breve descrição
Oficina de expressão dramática que, partindo de estímulos visuais (obras de arte da área da pintura, escultura ou fotografia), pretende criar personagens e cenas, capazes de habitar um espaço cénico vazio.

Sinopse
Todos os dias queremos ser mil coisas: bombeiros ao pequeno-almoço, filósofos no recreio, médicos durante o almoço, agricultores à hora do lanche, pintores durante a sopa do jantar... enfim, podemos ser tudo!
Agora imagina uma sala na qual podes ser tudo isto!
Com ajuda de exercícios de expressão dramática, podemos abrir a nossa imaginação de tal forma, que nos é possível ser tudo... mesmo que a fingir.
Aceita o convite e vem descobrir novos “tus” nesta experiência no Centro Cultural da Malaposta!


Na Hora de Pôr a Mesa, Éramos 5

NA HORA DE PÔR A MESA, ÉRAMOS 5

Breve descrição
Oficina de expressão dramática que parte do poema de José Luís Peixoto “Na hora de pôr a mesa, éramos 5”

Sinopse
O meu pai dizia-me sempre: “basta uma mesa e duas cadeiras e podemos ter o mundo sentado à nossa beira”.
Nesta oficina temos uma mesa e algumas cadeiras e vamos descobrir as histórias que podem ser contadas em torno destes objetos. Para nos inspirarmos, usamos as palavras de um escritor português: José Luís Peixoto, que também tem uma história em redor de uma mesa.
Vamos pôr a mesa com uma sopa de gestos, um prato principal à base de palavras e uma sobremesa cheia de silêncios? Ahh... e não nos podemos esquecer de beber um copo de inspiração!