O FIM DO TEATRO

O FIM DO TEATRO
de Pedro Saavedra

TEATRO

DEZ 5 - 15

QUI a SÁB - 21H00
DOM - 16H00

AUDITÓRIO
5€ a 10€ | DESCONTOS APLICÁVEIS

90 MINUTOS
M/12

Bilhetes disponíveis em:Bilheteira Online - Comprar Bilhetes

O Fim do Teatro é o parar de fazer teatro. O ser verdadeiro com o que está mesmo a acontecer. Um diretor de teatro e uma grande atriz esquecem-se de que se conhecem há muito tempo. Encontram-se para fazer teatro. Um espetáculo que pretende ser o melhor teatro de sempre. Uma espécie de mito de Fausto, em que Fausto é um diretor de teatro que, saudoso do passado, se esqueceu de onde está agora e em que Margarida é uma grande atriz que já não se lembra de que está casada há anos com o diretor do seu teatro. Um técnico que também é Mefistófeles e que pouco a pouco os leva à perdição, uma e outra vez. Sim, porque o teatro está sempre a acabar e a começar, uma e outra vez.

O Fim do Teatro nasce das conversas de bastidores, da produção artística de Pedro Saavedra, assim como da sua atividade como diretor artístico no Gerador, ao longo de vários anos. Desta reflexão informal com artistas das áreas performáticas, nasce um texto que nos fala sobre o desencontro de gerações no seu encontro. Uma peça de teatro que se quer fazer como antigamente, mas com as formas do futuro. Com o discurso direto de um diretor de teatro, de uma atriz em decadência, de dois jovens atores que procuram o seu lugar e de um técnico que nos confronta com a realidade do teatro.
É esta a reflexão que queremos dar a quem por nós passa. São personagens e discursos que marcam o nosso contexto artístico e que queremos levar a outros públicos, a outras pessoas. Porque achamos que esta discussão não acaba nos palcos, nem nos bastidores e que deve chegar às plateias.

PEDRO SAAVEDRA
Pedro Saavedra nasceu em 1976. Formado pela Escola Superior de Teatro e Cinema, fez a licenciatura em formação de actores/encenadores. Estagiou em vários projectos internacionais, de onde se destaca a participação como actor numa produção de Eimuntas Nekrošius da École des Maîtres, e como encenador no Instituto Internacional de Teatro del Mediterráneo. Trabalhou como actor em várias companhias de teatro, como a Companhia de Teatro de Almada, o Teatro da Comuna, a Companhia Teatral do Chiado e a companhia argentina Escena Subterranea. Foi assistente de Vlado Repnik em vários projectos na Eslovénia. Foi director artístico do projecto PROTO e professor de expressão dramática durante 5 anos. Escreveu e encenou vários textos. Foi colaborador de revistas como a DIF e a Umbigo. Participou em várias telenovelas, séries e filmes portugueses, de onde se destaca a Família Ventura, para a RTP1 e o filme Snu, de Patrícia Sequeira. Foi programador do projecto PT Bluestation na estação de metro Baixa-Chiado, em Lisboa. É locutor profissional e dirigiu a Revista Gerador entre 2014 e 2019. Actualmente, dirige a companhia d’ O Fim do Teatro.

Autoria PEDRO SAAVEDRA
Interpretação MÁRIO REDONDO, MIA TOMÉ, MIGUEL PONTE, RUI MIGUEL e SOFIA DE PORTUGAL
Cenografia JOANA MENDÃO e RAQUEL ALBINO
Figurinos SURUMAKI
Sonoplastia RUI MIGUEL
Assistência à Encenação ISABEL COSTA
Fotografia ANDREIA MAYER e ESTELLE VALENTE
Design SÓNIA RODRIGUES
Produção PATRÍCIA ROQUE
Apoios DEPOIS e DIZPLAY SOUNDLAB